Maringaense Laurentino Gomes é um dos vencedores do 62º Prêmio Jabuti

O escritor venceu a premiação na categoria “Biografia, Documentário e Reportagem” com o primeiro volume de sua trilogia “Escravidão”

O escritor e jornalista maringaense Laurentino Gomes foi um dos vencedores do 62º Prêmio Jabuti, um dos mais importantes na área de literatura brasileira. Seu livro “Escravidão – Do primeiro leilão de cativos de Portugal até a morte de Zumbi dos Palmares” (Globo Livros) foi o vencedor na categoria “Biografia, Documentário e Reportagem”.

O anúncio foi feito em uma cerimônia virtual, que ocorreu na noite desta quinta (26/11), pelo YouTube da Câmara Brasileira do Livro, realizadora do prêmio. Os ganhadores ainda receberão o troféu em suas casas. No Twitter, Laurentino Gomes fez o seu agradecimento:

“Obrigado, @CBL_oficial. Imensa honra para mim receber mais este Prêmio Jabuti, o sétimo de minha carreira como escritor. Obrigado especialmente aos leitores, pela generosa acolhida da “Escravidão”, primeiro volume”.

Como o próprio escritor mencionou, essa não é a primeira fez que ele ganha um Prêmio Jabuti. Seus livros “1808”, “1822” e “1889” foram vencedores nas categorias Reportagem e Livro de Não Ficção do Ano em 2008, 2011 e 2014, respectivamente.

O premiado livro

Foto: Divulgação

“Escravidão – Do primeiro leilão de cativos de Portugal até a morte de Zumbi dos Palmares” é um reunião de ensaios e reportagens que cobrem um período de 250 anos, com os assuntos descritos no título. Os próximos volumes, ainda não lançados, abordarão desde o auge do tráfico negreiro até a abolição da escravatura no Brasil, em 13 de maio de 1888.

A obra é resultado de um trabalho de seis anos de pesquisas de Laurentino Gomes, que visitou bibliotecas, locais históricos e centros de estudos de 12 países em seis continentes.

VEJA TAMBÉM: Cientistas negras brasileiras são homenageadas em novo livro de passatempos do “Meninas e Mulheres nas Ciências”

Segundo depoimento do escritor na época do lançamento do livro, a escravidão é o assunto mais importante da história do Brasil “Fomos a maior sociedade escravagista do Hemisfério Ocidental por mais de trezentos anos. Quarenta por cento de todos os doze milhões de cativos africanos trazidos para as Américas tiveram como destino o Brasil. Portanto, sem estudar a escravidão seria impossível entender o que somos hoje e também o que pretendemos ser no futuro”, afirmou.

Finalistas paranaenses

Outros cinco paranaenses e um escritor que foi criado no Paraná também eram finalistas do Prêmio Jabuti. A curitibana Luci Collin concorreu na categoria “Poesia”, o historiador Fábio Garcia em “Crônica”, o ilustrador londrinense Willian Santiago em “Ilustração”, o diretor de arte Alceu Chiesorin Nunes em “Capa”, a ponta-grossense Marina Basso Lacerda em “Ciências Sociais” e o paranaense de criação Jotabê Medeiros também em “Biografia, Documentário e Reportagem”, mesma categoria que o Laurentino Gomes foi vencedor.

 

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Publicações Recentes

Duas narrativas, um autor

Com textos sensíveis combinados a imagens de apurada técnica, André Neves acredita que as narrativas verbais e visuais andam...
- Advertisement -

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.