Santa Felicidade, conheça mais do bairro que é polo cultural de Curitiba

O bairro de Santa Felicidade surgiu em 1878 e aos longos dos anos foi conquistando seu espaço na capital. Atualmente o bairro é destaque em gastronomia e cultura.

O local também abriga o Núcleo Regional da Fundação Cultural.

A Rua da Cidadania do bairro possui uma infraestrutura com espaços para oficinas de música e pintura. O que torna Santa Felicidade um dos melhores bairros de Curitiba são suas diversas opções de lazer e áreas culturais.

Sobre o bairro

A região conta com uma forte influência italiana que carrega uma rica história de mais de 100 anos, fazendo desta região um dos principais destinos turísticos da cidade.
Hoje, Santa Felicidade é o principal polo gastronômico de Curitiba. De acordo com a Prefeitura, são mais de 30 restaurantes localizados pela Avenida Manoel Ribas. Um dos lugares mais famosos da região é o restaurante Madalosso, fundado na década de 60 e conta com mais de 4 mil lugares e estacionamento gratuito para mais de 800 carros e é considerado o maior restaurante da América Latina pelo Guinness Book.

Além disso, na região o Bosque Italiano está localizada uma área de mais de 20 mil m². Local onde também está a sede do Memorial da Imigração Italiana, uma bela e importante homenagem aos imigrantes. O armazém Culpi, hoje mais conhecido como Casa Culpi, foi construído em 1897 e é outro ponto de referência cultural da região.

Em 1990 o local foi transformado no Memorial do Imigrante Italiano. Hoje, o espaço é um museu e centro cultural administrado pela Prefeitura de Curitiba.

Casa Culpi - Santa Felicidade: liceu de gastronomia da Escola de Turismo de Curitiba. Ilustração: IPPUC
Casa Culpi – Santa Felicidade: liceu de gastronomia da Escola de Turismo de Curitiba. Ilustração: IPPUC

Conheça a história do bairro Santa Felicidade

A história do bairro começa quando ainda se chamava Taquaral, no século XIX, época em que as famílias encontraram terrenos aptos para o cultivo. Os imigrantes italianos foram para a região que hoje é conhecida como Santa Felicidade em busca de ter sua própria terra. Como resultado, a região cresceu nas atividades rurais e na cultura desse povo.

A região foi herdada por três irmãos: Arlindo, Antônio e Felicidade Borges, que fundaram a colônia de Santa Felicidade.

O bairro recebeu em seus primeiros anos os imigrantes italianos da região de Trento e Veneto, áreas conhecidas pela produção de queijos e vinhos. Italianos da mesma região também moraram nas áreas de Cascatinha, Butiatuvinha, São João, São Braz, Água Verde e Umbará.

Com isso, houve a preservação das tradições italianas, principalmente em relação à agricultura e culinária, mas também ao dialeto, às danças e músicas típicas. Isso porque os imigrantes não pretendiam se mudar tão cedo, eles procuravam por um novo  lar. As novas gerações que nasceram na região, reproduziram essa cultura, que continua forte nos dias de hoje.

Vale a pena morar em Santa Felicidade?

A região de Santa Felicidade é um ótimo lugar para quem procura comprar imóveis em Curitiba. Além da cultura, história e gastronomia, Santa Felicidade é uma área que oferece a melhor infraestrutura da cidade, com segurança e fácil acesso a outras partes da cidade.
Além disso, a região possui muitas áreas verdes, que contribuem para a qualidade de vida dos moradores.
O bairro está repleto de casas, condomínios fechados, sobrados e lotes prontos para receber seus novos moradores.

Santa Felicidade é o sexto maior município de Curitiba, porém, sua população ainda não é grande em relação ao tamanho do bairro.
Isso torna a área mais tranquila, com menos trânsito. O local mais movimentado é Avenida Manoel Ribas, que atravessa o bairro e serve de endereço para diversos comércios da região.
O bairro também possui vários clubes, bosques, mercados, clínicas, escolas, postos de saúde públicos e igrejas.

A paróquia Santa Felicidade foi inaugurada em 1891, e faz parte da história do bairro.

Paróquia São José e Santa Felicidade, desde 1891
Paróquia São José e Santa Felicidade, desde 1891

Como a maioria das vias são pavimentadas e calçadas são manejadas, a mobilidade do bairro também é agradável para seus moradores. A área também possui um terminal de ônibus que leva o mesmo nome do bairro.

O terminal é integrado ao transporte público de Curitiba e possui diversas linhas que ligam o entorno com outros pontos de cidade, tornando a mobilidade mais fácil para os moradores.
A distância do centro de Curitiba a Santa Felicidade é de cerca de dez quilômetros, totalizando 25 minutos de carro ou uma hora de transporte coletivo.
Portanto, se a conforto, cultura e segurança são importantes para você e sua família é uma ótima ideia procurar casas à venda em Santa Felicidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

3ª Vinil Fest reúne discos, música e gastronomia

A Terceira edição do Vinil Fest acontece no Jipe Bar, terá mais de 8 mil discos de vinil à...
- Advertisement -

Veja Também

spot_imgspot_img