Publicado em 29 de junho de 2020

O webclube de leitura, criado pelo Centro Acadêmico de Letras da UFPR, tem encontros quinzenais; a participação é gratuita

enegrecendo as letras

Que tal conhecer mais a literatura afro-brasileira? Essa é a proposta do webclube de leitura Enegrecendo as Letras, criado pelo Centro Acadêmico de Letras (CAL) da UFPR. O grupo busca estimular o debate literário, bem como a apreciação estética, a sensibilização e a reflexão das obras estudadas.

A participação é gratuita e aberta ao público e cada encontro garante um certificado, que conta para horas formativas na Universidade. As reuniões acontecem quinzenalmente e duram cerca de duas horas. Para saber mais sobre como participar, as datas, os livros e os links para as salas de bate-papo, basta visitar o Instagram e o Facebook do Centro Acadêmico de Letras.

O webclube é organizado por mulheres, a maioria delas negras. Para Laís Mattuella, estudante de licenciatura em Letras-Inglês e integrante da gestão do Centro Acadêmico, o currículo brasileiro ainda precisa incorporar muito a literatura afro-brasileira. “Embora sejamos um país majoritariamente negro, nosso cânone literário é predominantemente branco – e, muitas vezes, racista.”

VEJA TAMBÉM: Biblioteca Pública promove ações on-line de incentivo à leitura durante a pandemia

Ao final de cada encontro, o grupo decide coletivamente a leitura que será debatida na próxima reunião. Entre as obras já discutidas estão Olhos d’Água (2014), de Conceição Evaristo, e Quarto de Despejo (1960), de Carolina Maria de Jesus. A última leitura foi Torto Arado, de Itamar Vieira Junior. O próximo encontro não tem data marcada, mas será divulgado nas redes sociais do Centro Acadêmico de Letras.

 

 

 

Apoie os pequenos negócios!
Acesse a Rede do Bem e confira os pequenos empresários e comércios que estão trabalhando para deixar sua vida mais confortável!

 

One Comment

  1. […] VEJA TAMBÉM: Literatura afro-brasileira é foco de webclube de leitura da UFPR […]

Leave A Comment