Publicação inédita retrata a presença negra na Curitiba dos séculos 19 e 20

Desdobramentos sociais desde antes da Abolição da Escravatura são abordados na publicação

Uma edição especial da série Boletim Casa Romário Martins marca o encerramento das celebrações de novembro como o mês da Consciência Negra: a publicação “Dos traços aos trajetos – a Curitiba negra entre os séculos XIX e XX”, coordenada pelas pesquisadoras Brenda Maria Lucília Oeiras dos Santos, Geslline Giovana Braga e Larissa Brum Leite Gusmão Pinheiro.

A publicação aborda não só a presença negra em Curitiba, como seus desdobramentos sociais desde antes da Abolição da Escravatura, com a participação dos negros ao lado dos oficiais e soldados livres na Guerra do Paraguai e na construção da Catedral de Curitiba. A obra também trata do associativismo negro, inclusive, liderado por mulheres, a partir da fundação da Associação 13 de Maio.

Foto de uma família curitibana/Divulgação

“Dos traços aos trajetos” foi o projeto vencedor do edital sobre Pesquisa Urbana, lançado em 2018 pela Fundação Cultural. Dele, resultaram nove artigos assinados por sete pesquisadores e ilustrados com fotografias, ilustrações e mapas de época e dos personagens que ajudaram a escrever a história e o perfil étnico da cidade.

VEJA TAMBÉM: Os Bocas Negras do Colorado: participação, solidariedade e resistência na história do Carnaval paranaense

A publicação terá 80% dos mil exemplares impressos distribuídos pela Fundação Cultural às bibliotecas municipais de Curitiba (Faróis do Saber e Casas da Leitura) e de cidades do interior, Biblioteca Pública do Paraná e também para a Biblioteca Nacional. O restante será destinado pela titular do projeto, Brenda Santos.

 

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Exposição de Yutaka Toyota volta a cartaz no Museu Oscar Niemeyer

Mostra traz 86 obras do artista, um dos pioneiros do movimento cinético internacional e da arte interativa A premiada exposição...
- Advertisement -

Veja Também

close-link
1vbOJm4gRLHIeVVCT3VKjoSf3gUTH4wpm3RqkByOFLr5dpTNpnfG0zRzWqFtH2zDleb85kuSfcU8zHc5lgdOnw==