Programa Arte para Maiores do Museu Oscar Niemeyer continua somente com edições virtuais

Atividades continuam sendo realizadas somente de forma on-line para a segurança dos participantes, que possuem mais de 60 anos em sua grande maioria

O programa Arte para Maiores, que recebeu o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), continua sendo realizado somente em formato virtual mesmo com a reabertura do museu ao público. A medida é para garantir a segurança dos participantes, que possuem mais de 60 anos em sua grande maioria.

Para participar do programa, é necessário fazer uma inscrição gratuita pelo e-mail [email protected]. Todos os inscritos recebem por whatsapp sugestões de oficinas variadas, sempre acompanhadas por links que trazem sons, vídeos e PDFs explicativos. A maioria das atividades é relacionada às exposições do MON e pode ser realizada a partir de casa. A proposta é a mesma das reuniões presenciais que aconteciam no museu: aproximar o público mais idoso das artes visuais.

A professora aposentada Maria Lídia Luciano, participante do Arte para Maiores há dois anos, diz que as propostas estimulam a criatividade a partir de um aproveitamento interessante de materiais que se tem em casa.

Recentemente, ela confeccionou máscara e escultura de papelão e uma miniatura de banco inspirada na obra dos Irmãos Campana. “Especialmente agora, na pandemia, as atividades têm me ajudado a passar o tempo, a me manter ocupada e a ter mais qualidade de vida, mesmo durante o isolamento”, afirma.

A dona de casa Elvira Schmitt Cleto também vê no programa uma maneira de aprender mais e se distrair. “Nesses tempos de reclusão, as atividades propostas pelo Museu fazem com que eu esqueça um pouco do confinamento.”

VEJA TAMBÉM: Dia Mundial do Patrimônio Audiovisual: MIS-PR promove bate-papo sobre o acervo do museu

Para a funcionária pública aposentada Ismenia Pavanatti, participante há quatro anos do programa, o projeto é de grande importância para exercitar a imaginação e a criatividade.  Ela diz que a pandemia trouxe um grande desafio de adaptação e renovação diária. “Nesse contexto, tornou-se muito importante continuarmos nossas atividades culturais”, diz.

Antes do fechamento temporário do Museu Oscar Niemeyer, havia 290 inscritos e agora são 330 participantes, incluindo não residentes em Curitiba, o que significa um acréscimo de aproximadamente 13%. Mas, em 2019, o Arte para Maiores também já havia registrado um aumento de público de 150% em relação ao ano anterior.

Todo esse trabalho da equipe educativa do Museu Oscar Niemeyer recebeu o Prêmio Darcy Ribeiro 2019, concedido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) a práticas e ações de educação museal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Espetáculo teatral baseado em provocante texto chileno tem apresentação on-line gratuita

Projeto de companhia curitibana exibe "Dezembro", com texto do chileno Guillermo Calderón, e oferece oficinas gratuitas No dia 4 de...

Natal Solidário do LIDE Paraná arrecada alimentos para comunidades carentes

As doações de cestas básicas podem ser feitas até o dia 5 de dezembro Em 2020, o Natal Solidário do LIDE Paraná ganha nova roupagem, a...

Publicação inédita retrata a presença negra na Curitiba dos séculos 19 e 20

Desdobramentos sociais desde antes da Abolição da Escravatura são abordados na publicação Uma edição especial da série Boletim Casa Romário Martins marca o encerramento das...

Estreias na Amazon e Netflix, dicas do Disney+ e outras novidades dos mundos do cinema e música

Estreias na Netflix e na Amazon, dicas de filmes temáticos, sugestões da Disney+, indicados ao Grammy e outras novidades culturais desta semana Por Flávio Jayme DICA...

Cena Hum apresenta edição virtual da Mostra Multiartes

Essa é a maior mostra acadêmica de artes cênicas do Paraná No próximo sábado (28/11), inicia a 50ª. edição da Mostra Multiartes Cena Hum, maior...

Veja Também

close-link