Mods Are Back Again! Relespública resgata sua sonoridade inicial em novo trabalho

Trio revirou o baú atrás de singles “perdidos” para gravar um EP após 13 anos longe dos estúdios

O rock de garagem, a fúria inconformista adolescente e a estética mod voltaram ao som da Relespública, que acaba de lançar um novo trabalho resgatando a essência do início da banda, em 1989: o EP “Sem Ninguém ao Lado”, que chegou às plataformas digitais nesta última sexta-feira (11/06).

A gravação também marcou a volta de Fabio Elias (voz e guitarra), Moon (bateria) e Ricardo Bastos (backing e baixo) aos estúdios, depois de 13 anos, e foi um reencontro com o produtor Marcelo Crivano, com quem a banda criou o cultuado álbum “As Histórias São Iguais” (2003) e o especial MTV Apresenta (2006).

“Treze anos é tempo demais para uma banda como a nossa, mas a vida dá umas rasteiras e a gente foi protelando. Quando o Crivano reapareceu querendo levar banda pro estúdio, juntou a fome e a vontade de comer”, disse Fabio Elias, guitarrista e compositor da Relespública.

Para a produção, foi necessário revirar o próprio baú. As cinco faixas de Sem Ninguém ao Lado estão no repertório de shows há décadas, mas nunca tinham sido gravadas, o que tornou o novo trabalho um retrato “atual e antigo” da banda ao mesmo tempo. “Depois de anos de estrada e tudo o que aconteceu, a gente se perdeu um pouco de nós mesmos. Precisávamos nos reencontrar como banda e buscar novamente a voz da Reles”, afirma Fabio Elias.

Segundo o produtor Crivano, o trabalho nasceu da necessidade de revisitar a primeira fase da carreira da Relespública. “A ideia era gravar ao vivo um conjunto de doze canções muito importantes para nós da primeira fase da banda, entre 1989 e 1995, mas que nunca tiveram um registro à altura. Avaliamos o material e cinco faixas se destacaram, cada uma por uma razão específica”, disse.

Publicação em jornal na época do início da banda. Foto: Reprodução/Instagram Relespública

O nome do EP é retirado da letra da faixa “Grito de Socorro” que fecha o trabalho. A tracklist final é composta por dez faixas, pois as cinco músicas também serão publicadas em versões instrumentais.

Crivano conta que a sessão em estúdio para a pré-produção das faixas iniciais aconteceu no dia 10 de março de 2020. Um dia depois, a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou pandemia. “À medida que a produção foi fluindo e trabalhávamos nos arranjos das músicas, a pandemia foi avançando. No fundo, só aumentou o sentimento que estávamos todos sozinhos no mundo, sem ninguém ao lado”, observa.

Com as restrições impostas pelas circunstâncias, o processo demorou quase um ano. Mas, para Fabio, o resultado é a melhor versão da banda desde 2003. “A energia motriz da Reles se repetiu. O Moon continua gravando sua parte numa sentada e o Ricardo continua criando muito na hora certa. Eu parei de fumar, beber e fazer merda. Emagreci muitos quilos e minha saúde, voz e espírito estão melhores do que nunca. A Reles está acontecendo de novo. Os mods estão de volta”, celebra o músico.

Identidade mod

O primeiro single do EP, é justamente Mods Are Back Again. Fabio Elias conta que escreveu a canção em 1995, logo após o acidente de carro que matou o primeiro vocalista da banda, Daniel Fagundes.

“Essa música reflete aquele tempo, quando eu caí na rua e na vida. Eu que sempre imaginei um futuro para a banda, de repente, vi que meu sonho tinha sido arrancado. Quando me dei conta do tamanho do buraco em que nos metemos, escrevi Mods Are Back Again. Não queria deixar a banda morrer. Essa música é um grito, uma busca por uma saída: o sonho acabou é o caralho, não vai acabar nunca”, afirma.

VEJA TAMBÉM: Laura Petit explicita o desejo feminino em novo single que mistura MPB e música pop

Os mods (uma abreviação da palavra em inglês modernists) foram jovens rebeldes da classe operária inglesa que originaram um movimento de subcultura na década de 60. Eram fãs de soul, jazz e R&B (e anfetamina para aguentar a dupla jornada de trabalho e balados), que rodavam a cidade em suas vespas ou lambretas, sempre se vestindo de maneira impecável.

Desgastado com o surgimento dos hippies e da psicodelia na década de 70, o movimento mod teve um resgate na década de 80 no Brasil com a banda Ira! e com algumas bandas curitibanas nos anos 90, sendo a Relespública uma das principais delas.

O clipe de “Mods Are Back Again” foi dirigido por Raul Machado, que assinou quase todos os clipes da Relespública e também de outras bandas importantes do cenário nacional, comoChico Science & Nação Zumbi, Planet Hemp, Sepultura, entre outras, e idealizou o projeto “The Quarantine Experience” que lança clipes com encontros de artistas à distância durante a pandemia.

Mas, o trabalho da Relespública em 2021 não para por aqui. Até outubro, a banda vai lançar um single por mês e, todas as semanas, um e-folhetim com a biografia da banda. Até o fim do ano, todo o catálogo deles será distribuído nas plataformas digitais e um disco em vinil de “Sem Ninguém ao Lado” com capa do artista gráfico Alexandre Corrêa e um novo clipe também dirigido por Raul Machado também estão na programação. Mais informações estarão sempre disponíveis no Instagram e Facebook da banda.

Assista ao videoclipe de “Mods Are Back Again”

 

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Publicações Recentes

Museu Oscar Niemeyer promove encontros virtuais com artistas do acervo

Livia Sofia e Vera Martins ministrarão oficinas baseadas em seus trabalhos Um dos mais tradicionais programas do Museu Oscar Niemeyer...
- Advertisement -

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.