Festival virtual reúne etnias e culturas tradicionais do Paraná

Fandango, capoeira, tambores japoneses, cultura indígena e outras manifestações artísticas fazem parte da programação

Um panorama da riqueza cultural de diferentes etnias e manifestações artísticas do Paraná será reunida na internet durante o Festival de Culturas Tradicionais. O evento, que será totalmente on-line, acontece entre os dias 26 de janeiro a 28 de fevereiro, com grupos folclóricos, artesãos e mestres da tradição popular em apresentações, rodas de conversa e oficinas gratuitas. Os interessados em participar devem se cadastrar no Sympla.

As atrações confirmadas apresentam um pouco da diversidade de culturas que fazem parte da identidade paranaense e brasileira. O fandango, por exemplo, estará representado com os grupos Fandanguará e Mandicuera. Representando tradições milenares, o grupo Wakaba Taikô apresentará as batidas dos tambores japoneses. Já o grupo Força da Capoeira, por sua vez, expressará as raízes africanas no Brasil.

As crianças também terão uma programação especial, que conta com espetáculos do Boi de Mamão, do Circo Zanchettini e oficinas que ensinam jogos, brinquedos e atividades para fazer em casa ou na escola.

VEJA TAMBÉM: Mostras temáticas do Sesc Cultura ConVIDA! têm três atrações paranaenses

As dez oficinas do evento tem conteúdo diversificado para pais e filhos, professores e público em geral. Entre elas está a do mestre Itaercio Rocha, que ensinará a fazer o Boi de Mamão e um coração de Conguinho para dançar com essas músicas, e a de Nello Romanov ensinando como fazer uma coroa para desfilar no carnaval e em festas populares. Haverá ainda aulas de origamis, castanholas, jogos de tabuleiros das culturas indígenas e africanas. Todas elas estão descritas no Sympla.

O evento é organizado pela Olaria Projetos de Arte e Educação e tem Lia Marchi como curadora e LM Stein como produtor. A dupla tem um extenso trabalho de documentação e divulgação de tradições populares. Ao longo de 20 anos já registraram diferentes culturas do Brasil e de Portugal e editaram livros e documentários. Seus projetos têm temas que passam por Folia de Reis, Boi de Mamão até Fandango e as benzedeiras fazem parte das realizações da Olaria.

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Dia da Mulher movimenta mercado de palestras online

Jornalista Adriane Werner fará palestras com o tema “Comunicação é Poder”, mostrando que, ao desenvolver sua oratória, as mulheres...
- Advertisement -

Veja Também

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
1vbOJm4gRLHIeVVCT3VKjoSf3gUTH4wpm3RqkByOFLr5dpTNpnfG0zRzWqFtH2zDleb85kuSfcU8zHc5lgdOnw==