Publicado em 25 de maio de 2020

Mais duas exposições de artistas paranaenses se
juntam ao acervo digital do Google Arts & Culture

foto mostra uma exposição no MON

Aberturas das exposições “O que é original?” do artista Marcelo Conrado e “Mestre de Obras” de Ivens Machado no Museu Oscar Niemeyer (MON). Foto: Kraw Penas/SEEC

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugurou mais duas exposições virtuais no Google Arts & Culture. As novas mostras são “O que é Original?”, de Marcelo Conrado, e “Declaração de Princípios”, de Geraldo Leão. Os artistas se juntam a Rafael Silveira na lista de paranaenses na plataforma.

“O que é Original?” esteve no MON no ano passado e é, segundo Conrado, uma discussão sobre conceitos como autoria, anonimato, apropriação e originalidade na arte. O artista também é professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e os trabalhos refletem suas duas vertentes profissionais.

A primeira parte da mostra reúne fotografias licenciadas sobre as quais Conrado intervém, enquanto a segunda parte apresenta pinturas de grande formato. As escolhas também demonstram a capacidade do artista de transitar entre a pintura e novos meios de produzir arte na contemporaneidade.

VEJA TAMBÉM: Cinco escritores paranaenses pra você relaxar nesta quarentena

Também no MON em 2019, “Declaração de Princípios” apresenta inéditas de um dos nomes mais significativos da arte paranaense contemporânea. Usando como matéria-prima uma mistura de resina acrílica e pigmentos em telas na horizontal, Geraldo Leão tenta fugir da ideia de harmonia e estabilidade, alcançando um resultado único em seus trabalhos.

Tendo atuado por mais de 20 anos como professor, um espaço da mostra é aberto a alunos de Leão. Obras de Andréia Santos, Bruno Oliveira, Lilian Gassen, Tony Camargo, Lívia Piantavini, Willian Santos e William Machado ecoam vários momentos do período de docência.

Google Arts & Culture

Além de “O que é Original?” e “Declaração de Princípios”, outras dez exposições estão disponíveis na plataforma: “Luz ≅ Matéria”; “Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses”; “Nos Pormenores um Universo – Centenário de Vilanova Artigas”; “Irmãos Campana”; “Não Está Claro até que a Noite Caia”, da artista Juliana Stein; “Circonjecturas”, do artista Rafael Silveira; “O Último Império”, de Serguei Maksimishin; “Man Ray em Paris”; “Antanas Sutkus: Um Olhar Livre” e “União Soviética Através das Câmeras”.

Lançado em 2011, o Google Arts & Culture tem parcerias com mais de 2.000 museus e instituições culturais em todo o mundo. O MON está entre os mais de 60 museus brasileiros desde fevereiro de 2018.

Sobre o MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) pertence ao Estado do Paraná. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção asiática da América Latina. No total, o acervo conta com aproximadamente 7 mil peças, abrigadas num espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil metros quadrados de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

Decreto

O MON está temporariamente fechado para o público, atendendo ao decreto estadual nº 4.230, que determina o fechamento dos espaços culturais do Governo do Paraná – museus, bibliotecas e teatros – e suspende os eventos artísticos e culturais a partir do dia 17 de março de 2020.

Serviço

www.museuoscarniemeyer.org.br
Museu Oscar Niemeyer na plataforma Google Arts & Culture
Disponível em https://bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Leave A Comment