Dra. Pet: Abandono de bichos de estimação é um problema sério no país

Mesmo com o trabalho de ONGs e abrigos, ainda é necessário um maior trabalho de conscientização da população para evitar o abandono de animais

Jacqueline Felippetto

Atualmente as pessoas estão bem mais conscientes em relação à saúde e ao bem-estar dos animais, mas ainda há muito o que fazer em relação à proteção deles. Não existem estimativas oficiais do número de animais abandonas no Brasil, mas a estimativa é que sejam alguns milhões e isso é a consequência de pessoas irresponsáveis que, por algum motivo, resolvem deixá-los nas ruas.

No final do ano, infelizmente, muitos cães e gatos são abandonados. É importante ressaltar que abandonar um animal configura crime de maus-tratos. Cães e gatos que são abandonados sofrem, sim, eles têm sentimentos como nós. Alguns chegam a ficar doentes e até entram em depressão. Na rua, os bichinhos passam fome, frio, podem apanhar, podem ser atropelados e muitas outras coisas horríveis podem acontecer com eles.

É muito triste toda essa situação. Existem muitas ONGS e abrigos espalhados pelo país, mas mesmo assim não é suficiente devido ao grande número de abandonos. É preciso um trabalho sério de conscientização para que as pessoas não adquiram um animalzinho por impulso. É importante saber que um pet pode viver de 10 a 15 anos, que precisa de tempo para os passeios e brincadeiras, que haverá gastos com ração, vacinas, medicamentos, com médico veterinário e que o bichinho, durante sua vida inteira, será totalmente dependente do seu tutor.

Como sou médica veterinária e trabalho com pequenos animais há muito tempo, realmente fico preocupada com a situação dos bichinhos nas ruas, pois sei, na prática, o tamanho do sofrimento deles.

Mas, então, tem solução para diminuir os abandonos? É difícil, mas não impossível, tentar resolver essa situação atual em que vivem os bichinhos abandonados do nosso país. Separei algumas ideias básicas, mas importantes:

  • Proporcionar a conscientização das pessoas em relação a ter um animalzinho de estimação
  • Realizar programas de castrações constantes
  • Realizar campanhas de vacinação, principalmente contra a raiva
  • Microchipar os pets – caso algum seja encontrado abandonado nas ruas, o tutor deverá ser multado

Esses são alguns tópicos importantes para evitar o abandono dos bichinhos nas ruas. É um trabalho árduo a ser realizado, mas não impossível quando se tem a boa vontade de todos. Quanto mais informação e conscientização a população tiver, com certeza menos abandonos acontecerão.

Lembre-se: não existem animais de rua, existem, sim, animais que foram abandonados.

Espero que tenham gostado e até a próxima!

 

Jacqueline Felippetto

 

Jacqueline Felippetto é médica veterinária e atua na área de animais de companhia. Há quase 20 anos, participa de programas de televisão para dar dicas de como cuidar de bichos de estimação, que também são compartilhadas no canal do Youtube, Bichos na TV

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

41ª Oficina de Música de Curitiba tem opções de shows e concertos com entrada grátis

Em 11 dias de programação, a 41ª Oficina de Música de Curitiba oferece muitas opções de shows e concertos...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.