#CulturapeloBrasil: Carolina Ferraz lança websérie independente sobre a convivência durante a pandemia

“Os Pandêmicos”, produzido por Carolina Ferraz e Otávio Martins, traz revelações de casais que decidem enfrentar a quarentena juntos

Com a necessidade se reinventar e produzir o seu próprio conteúdo durante a pandemia, a atriz, e agora diretora da sua própria produtora, Carolina Ferraz criou a websérie “Os Pandêmicos”, em parceria com o ator e produtor executivo Otávio Martins, que estreia hoje, de forma gratuita, (23/10), às 18h, no canal de YouTube da Carolina Ferraz.

A ideia da websérie surgiu de uma conversa entre os três sobre as dificuldades dos tempos atuais e do impacto da crise na classe artística. Com investimentos próprios e uma equipe enxuta de 18 pessoas, o roteiro, que foi escrito por Otávio Martins e Juliana Araripe, se passa em um “passado recente”, meados de março de 2020, início da pandemia da covid-19, quando o Brasil estava começando a se adaptar aos tempos de isolamento.

A história acontece dentro de um apartamento, onde os casais Janaina e Zózimo (interpretados por Carolina Ferraz e Thiago Albanese), Heitor e Fernanda (Otávio Martins e Juliana Araripe) se veem obrigados a passar a quarentena juntos e vivenciar uma rotina intensa lado a lado. Um de cada casal é divorciado e possui uma filha em comum, Beatriz (interpretada por Valentina Cohen, filha de Carolina Ferraz).

“Eu, Otávio Martins e Juliana Araripe, em uma ligação falando das dificuldades dos tempos atuais que estamos vivendo e do desespero criativo que todos nós artistas e pessoas que vivem de comunicação estamos atravessando, criamos a websérie a partir da necessidade de se expressar em tempos tão opressores e artisticamente vazios, e da necessidade de se reinventar. Acho que dentro de tudo que é opressor, dentro de tudo que é limitante, a necessidade do ser humano de transpor barreiras, de querer criar soluções e apresentar alternativas aparece em um volume muito maior e muito evidente, na classe artística sem dúvida não poderia ser diferente”, disse Carolina Ferraz.

VEJA TAMBÉM: Jornalista curitibano lança guia da Netflix para ajudar público a escolher filmes e séries

Os oito episódios foram gravados no apartamento do ator Otávio Martins e o investimento da produção foi totalmente independente e feita pelos próprios atores, Carolina e Otávio, para execução do projeto.

“Nossa vontade era, desde o começo, levar pra série aspectos cômicos de uma convivência forçada entre as pessoas. Pra isso, a pandemia virou um pano de fundo pra falarmos sobre as idiossincrasias nas relações entre quatro paredes, mas sob uma ótica cômica, leve.”, disse Otávio Martins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Espetáculo teatral baseado em provocante texto chileno tem apresentação on-line gratuita

Projeto de companhia curitibana exibe "Dezembro", com texto do chileno Guillermo Calderón, e oferece oficinas gratuitas No dia 4 de...

Natal Solidário do LIDE Paraná arrecada alimentos para comunidades carentes

As doações de cestas básicas podem ser feitas até o dia 5 de dezembro Em 2020, o Natal Solidário do LIDE Paraná ganha nova roupagem, a...

Publicação inédita retrata a presença negra na Curitiba dos séculos 19 e 20

Desdobramentos sociais desde antes da Abolição da Escravatura são abordados na publicação Uma edição especial da série Boletim Casa Romário Martins marca o encerramento das...

Estreias na Amazon e Netflix, dicas do Disney+ e outras novidades dos mundos do cinema e música

Estreias na Netflix e na Amazon, dicas de filmes temáticos, sugestões da Disney+, indicados ao Grammy e outras novidades culturais desta semana Por Flávio Jayme DICA...

Cena Hum apresenta edição virtual da Mostra Multiartes

Essa é a maior mostra acadêmica de artes cênicas do Paraná No próximo sábado (28/11), inicia a 50ª. edição da Mostra Multiartes Cena Hum, maior...

Veja Também

close-link