Campanha alerta sobre casos de violência contra população LGBTI+

Casos de violência contra população LGBTI+ aumentaram durante o período de pandemia da covid-19

lgbti

Os casos de violência contra a população LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis e intersexo) aumentaram neste ano, principalmente durante o período de isolamento social. Segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), somente entre as pessoas trans houve um crescimento de 39% de assassinatos durante o primeiro semestre de 2020, comparado ao mesmo período de 2019. Um estudo realizado pelo coletivo #VoteLGBT em parceria com Pesquisa Manas ainda apontou que cerca de 43% da população LGBTQI+ disse ter tido a saúde mental afetada na pandemia.

Para alertar sobre a importância de combater essa violência, a Assessoria de Direitos Humanos – Políticas para Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba acaba de lançar uma campanha, que explica o que é o crime de LGBTIfobia, os canais disponíveis para denúncias, orientações de saúde para a população LGBTI+, e onde é possível procurar ajuda.

VEJA TAMBÉM: Gente Leite Quente: Gilda

“A pandemia ocasionada pelo novo coronavírus potencializou questões de vulnerabilidade e risco da população LGBTI+. Essa campanha reforça o compromisso da Assessoria de Direitos Humanos – Diversidade Sexual na busca da superação das vulnerabilidades, da discriminação e do preconceito”, afirmou o assessor da Diversidade Sexual da Prefeitura, Fernando Roberto Ruthes.

A orientação é que as pessoas denunciem os crimes de LGBTIfobia caso presenciem ou saibam de algum caso. Os canais para denúncia são o 156, que é a Central de Atendimento da Prefeitura; o 100 – Disque Direitos Humanos; o 190 – da Polícia Militar; o 153 – da Guarda Municipal; e o 180 da Central de Atendimento à mulher vítima de violência doméstica e familiar.

Onde procurar ajuda

Para as pessoas LGBTI+ que precisam de algum tipo de ajuda, podem procurar a Secretaria Municipal da Saúde. Serviços dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Fundação de Ação Social (FAS) e a Assessoria de Direitos Humanos – Políticas para Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba.

lgbti

 

 

 

 

Apoie os pequenos negócios!
Acesse a Rede do Bem e confira os pequenos empresários e comércios que estão trabalhando para deixar sua vida mais confortável!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Documentário sobre cena musical curitibana estreia em canal de TV por assinatura

O documentário Uma Fina Camada de Gelo percorre a cena musical curitibana desde a década de 70 até começo...

MON inaugura galeria virtual com fotos vencedoras de concurso

Concurso #meumon: Revele o Museu que só Você Vê foi realizado antes da pandemia O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugurou uma galeria virtual com as...

Jornalista conta a história da Guerra do Contestado em documentário

Nascido na região do conflito, Dirk Lopes dedicou seu tempo para não deixar a história da maior guerra do século XX no Brasil ficar...

Brasis no Paiol anuncia temporada 2020 on-line com 50 shows

Formato on-line do Brasis no Paiol permitiu aumentar o número de atrações desta oitava temporada Realizado em Curitiba desde 2012, o projeto Brasis no Paiol...

Mostra MOVE de Teatro reúne companhias curitibanas em transmissões ao vivo

Mostra MOVE de Teatro será transmitida pelo Espaço Obragem com oito espetáculos inéditos Entre os dias 3 outubro e 21 de novembro, o Espaço Obragem,...

Veja Também

close-link