Avó revolucionária protagoniza um retrato crítico e carinhoso do Chile

Exibido nos festivais de Rotterdam, Rio e Olhar de Cinema, longa-metragem chega aos cinemas brasileiros na próxima semana

A história recente do Chile é o tema de fundo do novo filme da diretora chilena Camila José Donoso, “Nona: Se molham, eu os queimo”, que tem como protagonista a avó da diretora, Josefina Ramirez, que fez parte da resistência anti-Pinochet e se tornou uma especialista na produção de molotovs.
A estreia nos cinemas brasileiros acontece em 18 de fevereiro – em Curitiba, o lançamento  será exibido no Cine Passeio e em outras salas ainda não confirmadas.
O filme é uma coprodução chilena, brasileira, francesa e sul-coreana. O elenco combina não atores, como a própria Josefina, e profissionais, como as atrizes Gigi Reyes, Paula Dinamarca e Nancy Gómez. O Brasil é representado pelo ator Eduardo Moscovis, que interpreta Pedro, uma figura misteriosa que ronda Nona.
Camila, que também assina o roteiro, combina memórias de Nona e uma narrativa ficcional sobre uma mulher que cometeu um crime passional e se vê obrigada a deixar Santiago, exilando-se na cidade costeira de Pichilemu, em uma casa que comprou na época do governo de Salvador Allende. A protagonista também acaba de realizar uma cirurgia contra catarata o que a deixa ainda mais fragilizada e de mal humor.

O brasileiro Eduardo Moscovis é um dos atores do filme. Foto: Divulgação

Esse é o terceiro longa-metragem de Camila José Donoso. Em seu primeiro, “Naomi Campbell”, de 2013, ela acompanhou a trajetória de uma transexual chilena e o documentário prevaleceu sobre uma ficção discreta. Agora em “Nona: Se me molham, eu os queimo”, a diretora radicaliza, e constrói um jogo de cena entre o real, o imaginário e a fantasia, sem se preocupar em deixar claro o que é o que.
“Eu queria que o personagem de Nona tivesse profundidade. Eu queria que o espectador descobrisse Nona como eu a conhecia: uma avó, uma dona de casa extrovertida que ocasionalmente mentia, uma mulher volúvel, e tudo aquilo que estava longe da femme fatale piromaníaca que mais tarde descobri. Eu queria que o espectador pudesse viver na intimidade de Nona, sem julgamento, pois a beleza de Nona também reside na complexidade, na ambivalência de seu caráter”, explica a diretora.

VEJA TAMBÉM: Festival Varilux de Cinema Francês chega ao Cine Passeio

Ao redor dessa nova morada de Nona existe uma floresta que começa a sofrer incêndios inexplicáveis, e dado o passado piromaníaco dessa mulher de 66 anos, ela se torna uma espécie de suspeita, ainda mais que sua casa permanece intacta, ao contrário de outras da região. Mas o filme vai muito além desse suspense, ao fazer um retrato crítico e carinhoso do Chile do presente, no qual a aparente calmaria, tal qual a cidade onde a protagonista se instala, pode esconder a turbulência política que o país sempre enfrenta.
O longa-metragem ainda acrescenta uma nova camada trazendo filmagens caseiras em vídeo, remetendo ao passado e resgatando a trajetória de Nona. Misturam cenas amadoras captadas em diferentes formatos de vídeo, película, e o digital límpido, que conferem a “Nona: Se me molham, eu os queimo” uma proposta estética diferenciada e bem-vinda que espelha a figura de sua protagonista, uma mulher fascinante e intrigante na mesma medida.

Retrato crítico do Chile

Peter Bradshaw, do jornal inglês The Guardian, chamou o longa de “sagaz e subversivo”. Já o Cineuropa, em sua crítica, alega que a diretora fez um filme “que é um retrato carinhoso, engraçado, e ainda assim brutalmente honesto.” O argentino Página 12 ressalta que o filme “tem êxito em entrecruzar o pessoal e o político de uma maneira muitas vezes notáveis.”
“Nona: Se me molham, eu os queimo” é produzido por Rocío Romero, do Chile (Mimbre Producciones), por Tatiana Leite, Bubbles Project, produtora entre outros do sucesso “Benzinho”, de Gustavo Pizzi e de “Pendular”, de Julia Murat, Pelo Jeonju Cinema Project (Córeia do Sul) e por Alexa Rivero, da França (Altamar Films). O projeto conta com a TvZero como produtora associada. No Brasil a distribuição do longa é a Vitrine Filmes.

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

Últimos Dias para Visitar a Exposição Poty Expandido na CAIXA Cultural Curitiba

Com entrada gratuita, confira a homenagem ao artista curitibano Poty Lazzarotto. A exposição vai até 30 de junho. Exposição Poty...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.