ARTIGO: O que as jovens mulheres têm a dizer sobre equidade de gênero?

A relevante busca pela igualdade de gênero é percebida como uma luta feminina, liderada por mulheres e para o benefício das mulheres. A escritora Joanne Lipman – autora da obra “Escute o que ela diz” – defende que ambos os sexos devem combater os vieses inconscientes que perpetuam comportamentos inadequados nos ambientes corporativos e em toda a sociedade.

Por Lu Magalhães

Não me canso de ser surpreendida pelo mundo dos livros! Mesmo com a experiência de mais de duas décadas no mercado livreiro, ainda me encanto com o poder que eles têm de mobilizar mentes. Muitas vezes, achamos que as obras têm um público-alvo definido por características como faixa etária. Entretanto, quando temos narrativas verdadeiramente poderosas, todas as possíveis fronteiras são derrubadas para que a mensagem chegue aos que querem ouvi-la; aqueles que querem transformar e serem transformados por ela. Essa história toda parece muito enigmática? Desculpe-me! Vou explicar melhor…

Conversando com a minha sobrinha – que tem somente 14 anos – ouvi sobre a importância de ela ter lido a obra Escute o que ela diz, da escritora Joanne Lipman. Segundo essa jovem mulher, a partir da leitura, ela pôde construir argumentações acerca da relevância da equidade de gênero. “Eu pude conversar e alertar alguns amigos, que ainda são machistas e não respeitam as mulheres, sobre o absurdo desse comportamento”, contou. Confesso que fiquei surpresa. Esse livro tem por público-alvo o mercado corporativo, ou seja, está focado em profissionais – homens e mulheres – que querem e precisam oxigenar comportamentos nos ambientes de trabalho.

E, como esse título mobilizou a atenção de uma adolescente? Acredito que pela força do tema. A relevante busca pela igualdade de gênero é percebida como uma luta feminina, liderada por mulheres e para o benefício das mulheres. A escritora Joanne Lipman defende que ambos os sexos devem combater os vieses inconscientes que perpetuam comportamentos inadequados nos ambientes corporativos e em toda a sociedade. Na obra Escute o que ela diz, a autora afirma que quando tivermos mais homens se mobilizando para acabar com a desigualdade de gênero, poderemos trabalhar lado a lado, vislumbrando um futuro diferente. Na prática, a mensagem trazida pelo livro é que homens e mulheres devem trabalhar juntos pela diversidade, para a equidade salarial e por oportunidades iguais, porque a diversidade é boa para todos – e está diretamente ligada a melhores resultados para as empresas. E, na minha opinião, é aqui que a narrativa se torna poderosa e mobilizadora de mulheres de qualquer faixa etária!

Vale lembrar que a autora alerta que homens jovens têm um papel descomunal nas culturas misóginas do Vale do Silício e em Wall Street. Mas há amplos indícios de que, no cômputo geral, a geração nascida entre a década de 1980 e início da de 2000 tem uma visão mais igualitária do mundo que as gerações mais velhas. Os homens da geração millennial – hoje entre 18 e 38 anos – têm mais probabilidades de favorecer um relacionamento igualitário entre maridos e esposas. Essa geração, inclusive, deve liderar uma nova cultura corporativa. Em contrapartida, a união entre homens e mulheres em prol dessa mudança de comportamento ainda está longe de ser uma realidade. Diante desse desafio, minha sobrinha encontrou uma brecha para mobilizar o seu entorno (a escola, especialmente) e influenciar, positivamente, essa construção de uma nova forma de combater o machismo. Do seu jeito, essa jovem mulher conseguiu enxergar no livro um novo valor, levando a mensagem para o ambiente escolar. Admirável!

Lu Magalhães é presidente da Primavera Editorial, sócia do PublishNews e do #coisadelivreiro. Graduada em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), possui mestrado em Administração (MBA) pela Universidade de São Paulo (USP) e especialização em Desenvolvimento Organizacional pela Wharton School (Universidade da Pennsylvania, Estados Unidos). A executiva atua no mercado editorial nacional e internacional há mais de 20 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Publicações Recentes

Especialistas da Alegria: Trupe de palhaços continua com visitas virtuais a hospital

Pandemia não foi empecilho para que a trupe Especialistas da Alegria continuasse com o seu trabalho no Hospital Erasto...
- Advertisement -

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.