ARTIGO: A borboleta e o negacionista

Bater de asas do negacionista amplia a circulação do vírus e macula o relacionamento democrático

Cesar Augusto de Carvalho
Para os aficionados da literatura fantástica é fácil perceber o quanto nossa realidade está repleta de personagens saídos diretamente dela. Jamais imaginaria isso possível! O negacionista é um desses absurdos. Outro dia cruzei com um, no corredor da padaria, saindo sem máscara, reclamando da gerência que não o deixou entrar e me espremeu contra o corrimão.
Protestei contra a falta de máscara e a coisa virou bate-boca. Ele alegou o direito de fazer o que bem entendesse. Esperei-o terminar de falar, mas não quis me ouvir. Calou-me cantando trecho da música de Raul Seixas, “faz o que tu queres pois é tudo da lei” e saiu gritando que a pandemia é coisa da mídia. Fiquei impressionado! Como uma crença, um conjunto de símbolos que só existe na cabeça da pessoa, pode influenciá-la a tal ponto de colocar, não só sua vida, mas também a vida de inúmeras outras pessoas em perigo?

VEJA TAMBÉM: Projeto de incentivo à leitura e doação de livros busca parcerias para ampliar ações

A ação social de cada um de nós é como o bater das asas da borboleta, não vemos o que ela produz, exceto o fato que produz. No caso da borboleta, ela voa, no caso do negacionista, ele mata! Cabe a esse, feito carapuça, a metáfora do Efeito Borboleta, cujo bater de asas no Brasil provoca tornados no Texas. O do negacionista expande as tragédias. Deixando as metáforas de lado – afinal elas esclarecem apenas o resultado, não as causas – pensemos o que pode estar por trás das ações do negacionista.
Ao recusar-se a usar a máscara, alegando o direito de fazer o que bem entende, ele comete alguns equívocos que podem colocá-lo na condição de criminoso por desrespeitar a Constituição. O primeiro é não respeitar a vida alheia. No caso de nosso negacionista, a consequência imediata do seu “direito” de usar ou não a máscara é aumentar a circulação do vírus e intensificar suas consequências já drásticas.
Atitude tão criminosa quanto a de ocupantes de cargo público que adotam a mesma posição. Não é demais lembrar que a Constituição garante o direito à vida e coloca o Estado como corresponsável pela sua manutenção. A história registra inúmeros casos de políticos que adotaram o negacionismo como princípio administrativo da saúde pública. Caso notório é o do presidente sul-africano, Tabo Mbeki que, entre 1999 e 2008, negando a gravidade do surto da AIDS, produziu um país com a maior taxa de infectados do mundo, 20%.
Do ponto de vista político, nosso negacionista se revela um ignorante dos princípios básicos da democracia, a liberdade individual que termina onde começa a do outro. Então, você pode sim, fazer tudo o que quiser, pois está dentro da lei. Fora dela, é crime. E contaminar o outro ou colocá-lo em perigo, seja qual for, é violar o princípio básico da cidadania. Como se vê, o negacionista é uma borboleta. Seu bater de asas amplia a circulação do vírus e macula o relacionamento democrático. Precisamos amputar-lhe as asas.
 


Cesar Augusto de Carvalho é escritor, doutor em História e professor de Sociologia aposentado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Seu último lançamento é o livro de contos “Histórias de Quem” (Editora Desconcertos).

 
 

Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

Evento gratuito com show de jazz: Alameda Prudente de Moraes será fechada dia 25 para o Prudente Cultural

Edição do “Prudente Cultural” acontece neste sábado, 25 de maio de 2024. Um evento gratuito com show de jazz,...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.