Seis filmes para aprender sobre Hiroshima e Nagasaki

Indicações de historiadores relembram o evento que mudou os rumos da Segunda Guerra Mundial há 75 anos

hiroshima
Foto: George R. Caron/Public Domain

Às 8h15 da manhã do dia 6 de agosto de 1945 o mundo testemunhou um dos momentos mais sombrios e decisivos do século XX. Um clarão cobriu a cidade de Hiroshima, no Japão, levando a vida de milhares de pessoas. Três dias depois, outro bombardeiro despejou uma bomba ainda mais forte sobre a cidade de Nagasaki.
Passados exatos setenta e cinco anos, mais sete países tornaram-se nuclearmente armados: Rússia, Inglaterra, França, China, Israel, Índia e Paquistão, somando mais de 20 mil ogivas, a maior parte delas dezenas de vezes mais poderosas do que as bombas que explodiram no Japão e um número incerto, cem vezes mais potente.

VEJA TAMBÉM: Museu digital apresenta a história de vacinas e medicamentos

Segundo o diretor geral do colégio, Celso Hartmann, é importante manter viva a lembrança dessa tragédia na mente dos que a conhecem e apresentar aos jovens um fato histórico cuja probabilidade de não se repetir no futuro depende fundamentalmente das novas gerações.
Para entender mais sobre a tragédia que mudou o rumos da Segunda Guerra Mundial, confira a indicação de seis filmes feitas por professores de História.

Gen Pés Descalços (1983)

A animação japonesa é adaptada da história em quadrinhos que leva o mesmo nome, publicada em 1973 por Keiji Nakazawa. É uma obra autobiográfica que conta a história de Gen Nakaoka, um garoto de 7 anos de idade, que vivia na cidade de Hiroshima durante a Segunda Guerra Mundial com seu pai, mãe (que estava grávida) e irmãos.
“Os personagens são constantemente aterrorizados pela fome, pois grande parte de seus ganhos tinha que ir para o Estado, e também devido à escassez gerada pelos ataques aéreos americanos. O pai de Gen é agricultor e artesão de chinelos. No seu discurso contra a guerra, ele criticava os loucos do governo que os colocaram nesta situação e, mesmo sendo massacrados pelos aliados, não se rendiam. A animação demonstra o momento quando o avião solitário norte americano que sobrevoava Hiroshima no dia 6 de agosto e lança a terrível bomba atômica. E, depois disso, a vida de Gen e sua mãe, únicos sobreviventes do bombardeio, tentando sobreviver em um Japão arruinado pela guerra”, conta o professor de História do colégio Semeador, de Foz do Iguaçu (PR), Matheus Eugenio Lima.

Hiroshima: o Dia Seguinte (2011)

A dica da professora de História do Colégio Positivo – Santa Maria, em Londrina (PR), Danielle Estevão, é o documentário da Natgeo que apresenta as primeiras 24 horas após o ataque de Hiroshima, a partir da visão de uma equipe de cientistas americanos e militares, que avaliam a extensão dos estragos da bomba, e dos relatos dos sobreviventes.

O Túmulo dos Vagalumes (Hotaru no Haka, 1988)

O filme autobiográfico de Akiyuki Nosaka se passa na cidade de Kobe, no Japão. “Apesar de sair do foco Hiroshima e Nagasaki, ele traz a realidade dos japoneses durante os anos finais da II Guerra Mundial, quando o Japão sofreu com bastantes bombardeios incendiários”, comenta o professor de História do Colégio Positivo – Joinville (SC), Guilherme José Moraes.
Com a cidade em chamas, os irmãos Setsuko (4 anos) e Seita Akiyuki (14 anos) se desdobram o máximo possível para sobreviver em meio à guerra. “O filme traz um olhar além dos combatentes, repassa o cotidiano dos cidadãos japoneses em meio à destruição e ao caos, trazendo assim ao espectador uma noção mais próxima da realidade dos traumas de quem vivenciou a II Guerra Mundial”, ressalta Moraes. Esse anime é considerado uma obra prima do Studio Ghibli (considerado a melhor produtora de filmes japoneses). O filme está disponível no YouTube, em versão legendada e dublada.

Rapsódia em agosto (Hachi-gatsu no rapusodî, 1991)

Uma mulher idosa mora em Nagasaki, no Japão, e está tomando conta dos seus quatro netos durante as férias. Lá, eles aprendem sobre a bomba atômica que atingiu o local em 1945 e como o fato acabou matando o avô deles. Trata-se de um conto de três gerações: a que sofreu as consequências em uma ponta e a que não mais se lembra da magnitude do ocorrido na outra. “O enredo é cheio de simbolismo e analogias aos bombardeamentos e sofrimentos posteriores das pessoas afetadas”, conta o professor de História do Colégio Positivo, em Curitiba (PR), André Marcos.

Corações Sujos (2012)

O tratado de rendição assinado pelo imperador japonês Hirohito ao general americano Douglas MacArthur marcou o fim da Segunda Guerra Mundial. Entretanto, no Brasil, o anúncio não marcou o fim do período de violência. Os imigrantes japoneses que viviam no interior do estado de São Paulo, formando a maior colônia do país fora do Japão, dividiram-se em dois grupos: os que acreditavam na notícia eram chamados de traidores da pátria, apelidados de “corações sujos”, e perseguidos por aqueles que endeusavam o imperador e ainda acreditavam na vitória do Japão. “É um filme brasileiro sobre intolerância, fundamentalismo, racismo, baseado no livro de Fernando Morais e baseado em fatos reais”, conta o professor de História do Colégio Positivo – Master, de Ponta Grossa (PR), Jakson Carlos.

Luz Branca/Chuva Negra: a Destruição de Hiroshima e Nagasaki (2007)

O vídeo produzido pela HBO parte da memória de sobreviventes de Hiroshima e Nagasaki, mesclando com vídeos da época, que explicam a situação do Japão, além de abordar a indiferença dos jovens japoneses com o que aconteceu em 1945. “As cenas de destruição são reais e impactantes. Talvez mais impactante ainda seja o discurso do então presidente dos EUA, Harry Truman, no qual ele explica a existência da bomba, a destruição de tudo o que o Japão pudesse ter em termos bélicos e sua frieza ao anunciar que a bomba aumentou em muito o poder de destruição dos Estados Unidos”, conta a professora de História do Colégio Positivo, em Curitiba (PR), Tereza Cristina Gambus Faria. Segundo ela, o enredo, baseado em memórias de pessoas reais, deixa o filme ainda mais impactante.
 
 
 
 
Apoie os pequenos negócios!
Acesse a Rede do Bem e confira os pequenos empresários e comércios que estão trabalhando para deixar sua vida mais confortável!

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

Curso de Produção e Gestão Cultural: 25 vagas gratuitas em Curitiba

Está aberta a convocatória gratuita que vai selecionar 25 artistas de regiões descentralizadas de Curitiba para um Curso de...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.