Mercado Municipal de Curitiba completa 63 anos e ganhará um boulevard

Previsão é de que as obras no entorno do local sejam iniciadas em 2022

Nesta segunda-feira (02/08), é dia de comemorar os 63 anos do Mercado Municipal de Curitiba. Como presente, o local passará por uma revitalização, com direito a um boulevard com paisagismo, passeio e mesas externas e outras intervenções urbanas que fazem parte do projeto Caminhar Melhor, da prefeitura da cidade.
Programa obrigatório para curitibanos e para quem visita a capital, o Mercado Municipal recebe, anualmente, 3,3 milhões de pessoas em busca de hortifrutigranjeiros, cereais, carnes, peixes, especiarias e pratos de todas as partes do mundo. O espaço, vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), ocupa uma área de 16,8 mil metros quadrados e reúne 362 unidades comerciais, entre boxes e bancas, comandados por 196 comerciantes, que vendem mais de 72 mil itens.
“São décadas de história e de vidas que se entrelaçam no Mercado Municipal, ligando frequentadores, comerciantes e trabalhadores”, destaca o secretário municipal de segurança alimentar e nutricional, Luiz Gusi. Ele lembra que, em 63 anos de existência, o espaço passou por reformas e ampliações. Ganhou o primeiro setor de orgânicos do país, a nova entrada da Avenida Sete de Setembro, a ampliação da praça de alimentação, as primeiras salas de manipulação de alimentos do mundo em um mercado e a revitalização da fachada da rua General Carneiro.
Cleverson Schilipacke, presidente Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), reforça que o espaço é um ponto de encontro dos curitibanos e programa obrigatório de quem vem a Curitiba. “O Mercado Municipal é um local onde reúne pessoas de várias regiões do país, não só aqui da nossa cidade, então traz muito valor para o município. “Com uma variedade muito grande de produtos, o curitibano faz questão de trazer um amigo, um parente de fora para conhecer. São vários gostos, sabores, aromas reunidos em um só local”, acrescenta ele.

Espaço para convivência

O boulevard será uma grande transformação dos passeios no entorno do local, dando prioridade aos pedestres e aos deslocamentos não motorizados. O projeto prevê a revitalização de uma área de dez quadras em torno do Mercado Municipal.
A intenção é que as pessoas utilizem o espaço público não apenas como local de passagem, mas de encontro e permanência. O projeto contemplará a valorização do espaço público, com a melhoria da paisagem urbana, da segurança nos deslocamentos e com a criação de novas conexões cicloviárias e de favorecimento à caminhabilidade.

Entorno terá mais segurança nos deslocamentos e com a criação de novas conexões cicloviárias e mais espaço para pedestres. Ilustração: IPPUC

As intervenções fazem parte do projeto Caminhar Melhor, que conta com R$ 40 milhões para investimentos em novas calçadas e em estrutura cicloviária, com recursos do Finisa, o Programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento da Caixa Econômica Federal.
O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) já concluiu o anteprojeto para a área e os projetos executivos de paisagismo, iluminação, drenagem e de pavimentação estão sendo feitos. A previsão é que os projetos de engenharia sejam concluídos no segundo semestre de 2021 e as obras iniciadas em 2022.

CURIOSIDADES SOBRE O MERCADO MUNICIPAL DE CURITIBA

  • O Mercado Municipal foi construído entre 1956 e 1958, projetado por um jovem engenheiro na época, o ex-prefeito de Curitiba Saul Raiz, hoje com 91 anos. A construção foi autorizada, em 1954, pelo então prefeito do município, o ex-governador e ex-ministro Ney Braga (1917-2000).
  • A primeira sede do Mercado Municipal ficava na atual Praça Zacarias e surgiu em 1860. Naquela época, o espaço era popularmente chamado de Mercado dos Quartinhos. A segunda “casa” foi construída no Largo da Cadeia, atual Praça Generoso Marques, em 1874. Em 1914, essa sede foi demolida para dar lugar ao Paço Municipal. Então, o mercado funcionou no Batel, de 1915 a 1937, quando foi demolido. Ele ficava onde é hoje a Praça Theodoro Bayma. Só em 1943, o urbanista francês Alfred Agache apresentou o Plano Agache, que propôs a construção de um novo Mercado Municipal, na sede atual.
  • O Mercado Municipal de Curitiba tem entradas pelas ruas da Paz e General Carneiro e avenidas Sete de Setembro e Presidente Affonso Camargo. No total, há 17 acessos distribuídos em seus quatro lados e dois andares
  • Em 2009, foi inaugurado no Mercado Municipal de Curitiba o primeiro Setor de Orgânicos do Brasil, com ampla oferta de produtos livres de agrotóxicos e aditivos químicos, além de um restaurante, um café e uma lanchonete.

 
Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

CineMaterna acontece nesta terça (05/03) com estacionamento gratuito e cortesia

CineMaterna: são sessões de cinema adaptadas para mamães e bebês. Para quem usar o aplicativo do Shopping São José...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.