Manhã de domingo embalada pela Orquestra Sinfônica do Paraná

/, Eventos Culturais, Música/Manhã de domingo embalada pela Orquestra Sinfônica do Paraná

Orquestra Sinfônica do Paraná faz apresentação no Guairão no próximo domingo, 15 de abril

Foto: Kraw Penas/SEEC

 

A Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta neste domingo, 15 de abril, às 10h30, a Sinfonia nº9, de Gustav Mahler (1860 – 1911). O espetáculo, sob a regência do maestro titular Stefan Geiger, será no Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão), com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

A Sinfonia nº9 foi a última que o compositor Mahler completou. “Ele era um pouco supersticioso e acreditava que não sobreviveria à sua nona sinfonia, assim como os grandes compositores não sobreviveram. Por isso, só quando a concluiu que a chamou oficialmente de sinfonia”, conta o maestro Stefan Geiger.  Contudo, Mahler também morreu logo após completar sua nona sinfonia e não pôde ouvi-la ser executada pela primeira vez, em 1912.

A obra é dividida em quatro partes, começando com um movimento rítmico hesitante que lembra batidas cardíacas. “Ela evolui de forma grosseira para tons mais desafiadores e termina com um lento adagio. A Sinfonia nº9 é uma peça que conecta as composições, por muitas vezes trágicas, do romantismo do Século XIX às músicas inovadoras do modernismo do Século XX”, comenta Geiger.

A interpretação mais comum da obra é que ela representa a despedida de Mahler de sua filha, Maria Anna, que morreu em 1907. “Eu tento não me influenciar muito por essas interpretações e busco focar mais nos aspectos musicais da obra”, diz o maestro. “Mas é preciso admitir, não importa quão racional você seja, você sente na música Mahler dizendo adeus para o mundo, é inacreditável. É essa sensação que queremos compartilhar com o nosso público”, afirma.

Para Stefan Geiger, apresentar essa obra de Mahler é reconhecer o progresso do trabalho dos músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná. “Nossa orquestra está finalmente com tamanha qualidade que podemos dar conta do alto nível que essa sinfonia demanda, tanto do trabalho conjunto como de cada músico. Estamos felizes em poder apresentar essa obra este ano”, acrescentou o maestro.

Quem foi Gustav Mahler
Compositor austríaco do período romântico e um dos principais maestros de sua geração, Mahler nasceu judeu em circunstâncias humildes e, mais tarde, se converteu ao catolicismo. Compôs músicas que uniram a tradição austro-alemã do Século XIX com o modernismo do Século XX.

Em vida, era reconhecido como um grande maestro e compositor, porém suas músicas foram proibidas na Europa durante a ocupação nazista até 1945. Quando suas composições foram redescobertas, Mahler passou a ser defendido por uma nova geração de ouvintes e se tornou um dos compositores mais executados e gravados até hoje.

Morreu em 1911 em Viena, após ter contraído uma infecção generalizada quando trabalhava como convidado com a Orquestra Filarmônica de Nova York.

SERVIÇO: Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta a Sinfonia nº9 de Mahler
Data: 15 de abril
Horário: 10h30
Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto (Guairão) – Rua Conselheiro Laurindo, s/nº – Centro
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

2018-04-12T17:19:14+00:00 12 Abril - 2018 |0 Comentários

Deixe uma resposta