Leitura Genial: Dicas para incentivar a criança a gostar de ler

É fundamental oferecer diferentes fontes de literatura para estimular seu filho a gostar de ler

dicas para fazer as crianças a gostar de ler
Foto: Freepik

Por Adelita Becker

O ano de 2020 está sendo atípico e estamos passando por um momento histórico. As maneiras com que as crianças e pais estão lidando com isso varia de lar para lar. Sem o contato diário físico com os amiguinhos, sem as conversas do dia a dia, algumas crianças já estão cansadas de estudar dessa forma “diferente on-line” e acabam se desinteressando pelo estudo. Ou pelos livros.

Pois, hoje, eu vou te dar algumas dicas para incentivar a criança a gostar de ler. Ou voltar a ler! Entretanto, o papel dos familiares na educação começa oferecendo a criança desde cedo o contato com livros de boa qualidade, que não apresentem estereótipos ou qualquer outro tipo de discriminação.

As crianças são imaginativas e exercitam a realidade por meio de fantasia. Por isso, é preciso oferecer várias fontes de literatura, como contos, histórias sem texto, fábulas, poemas. Identificar os assuntos que chamem atenção dos pequenos pode ser um bom começo para incentivar o gosto pela leitura.

Confira algumas dicas:

– Reservar um tempo para a hora da leitura a qualquer hora do dia
– Deixe a criança escolher o que ela quer ouvir
– Capriche na leitura! Use tons de voz de acordo com o personagem. Se você tiver, use um fantoche!
– Leve seu filho a livrarias e bibliotecas desde cedo (agora, depois que a pandemia passar), uma história faz a criança viajar na imaginação
– Valorize as ilustrações, instigue a criança a observar as cores e formas
– Leia a mesma história quantas vezes for necessário. Quando um adulto lê para uma criança, ela aprende cada vez mais sobre o mundo que a cerca
– Dê livros de presente!

Quando você lê para uma criança, ela pode resolver alguns conflitos internos, como o medo do escuro, de monstros, de lobo, de bruxa. A leitura ajuda a apresentar mais segurança para ela no dia a dia.

Caso a criança ainda não seja alfabetizada, prefira histórias curtas e ritmadas, com mais ilustrações e menos texto. Observe personagens que façam parte do cotidiano da criança: animais, brinquedos, pois nesta fase a criança apresenta a necessidade de pegar o livro, sentir e explorar, igual aos objetos. Não tenha medo de a criança rasgar as páginas, aos poucos elas terão a prática de virar a folha sem estragar.

Viu como é importante esse contato com os livros? A Leitura Genial está aqui para te auxiliar com uma grande variedade de livros infantis, com autores e ilustradores locais e muitos livros de qualidade em promoção. Confira o nosso site www.leituragenial.com.br.

 


Adelita Becker, mãezinha, é turismóloga por profissão e depois de “muitas viagens” aterrissou no mundo da literatura infantil. Criou a Livraria Infantojuvenil Leitura Genial – hoje on-line – onde trabalha com autores locais. Seu primeiro livro, “Dix, o Dinossauro em Curitiba” tem a proposta de livro personalizado, onde o nome da criança aparece como protagonista. Tudo para incentivar o hábito da leitura!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Festival de literatura e artes integradas para todas as idade acontece entre 17 e 21 de março, em formato digital e acessível, para todas...

Com 21 apresentações gratuitas, FLOW Literário celebra presença da literatura na música, poesia, teatro, cinema, dança e performance Entre os...
- Advertisement -

Veja Também

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
1vbOJm4gRLHIeVVCT3VKjoSf3gUTH4wpm3RqkByOFLr5dpTNpnfG0zRzWqFtH2zDleb85kuSfcU8zHc5lgdOnw==