De Chaleira: O Big dos Bigs e a cegueira da rivalidade

Se olharmos para o lado, encontramos inúmeros exemplos de tudo o que está acontecendo dentro da casa mais vigiada do país ao nosso lado

Aline Campanhã
Há quinze dias começou o Big Brother, e apesar do reality ter como slogan a promessa de que seria o Big dos Bigs, a surdez com o próximo e a cegueira para a evolução invadiu o programa. Pensando aqui, se olharmos para o lado, encontramos inúmeros exemplos de tudo o que está acontecendo dentro da casa mais vigiada do país – nos mais diversos contextos – ao nosso lado.
Trazendo essas péssimas atitudes para o lado organizacional de um clube futebolístico, a evolução passa ser um caminho de escolha quando a diretoria do time escolhe ultrapassar os limites da competitividade e não se atenta aos cases de sucesso do rival, optando pela estagnação da sua trajetória. Esse, talvez, seja o caso do Coritiba.
Enquanto o Athletico apresenta um crescimento acelerado nos últimos anos, o Coxa caminha em um vai e vem entre a segunda e a primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Nas últimas temporadas, o Furacão optou por investir em áreas desprezadas pela maior parte dos clubes do país e teve sucesso como retorno, já o Coritiba precisou recorrer a um fundo de investimento não tradicional (FIDC Sport Parners) para terminar a temporada de 2019 e conseguir retornar à elite do Brasileirão.
Com boas campanhas no Campeonato Paranaense, o time da Arena da Baixada carrega o tetracampeonato nos últimos cinco anos de disputa, contra apenas um título do Coxa. No Brasileiro, o Athletico também coleciona melhores desempenhos. De 2011 para cá, o Coritiba só terminou à frente do rival no ano do rebaixamento do Furacão. As conquistas do Rubro-Negro que vão além desses dois campeonatos nem entram em comparação.
Com dedos certeiros para revelar, comprar e vender jogadores, o Athletico tem feito bons negócios no mercado. As suas crias da base deixam a equipe em transferências caríssimas, como foi o caso de Renan Lodi e Bruno Guimarães, e aqueles que chegam desvalorizados monetariamente são vendidos por valores que eram irreais na época da contratação, como o atacante Rony.
O Coritiba, por sua vez, não vem fazendo bons negócios. Nos últimos dias, a equipe perdeu o destaque Giovanni Augusto, que chegou de graça ao time, mas também saiu assim. A única transferência que chamou minimamente a atenção, nos últimos tempos, foi a de Yan Couto para o Manchester City por 6 milhões de euros.
Quando mudamos o foco comparativo para a estrutura dos clubes, a concorrência passa a ser desleal. Com uma arena de Copa do Mundo e um Centro de Treinamento exemplar, o Furacão está entre os melhores times do país, estruturalmente falando. Mas nesse ponto, o Coxa resolveu desobedecer, em partes, o BBB, tirou a venda de um olho e resolveu investir em um grande CT – que está sendo construído em Pato Branco. O seu estádio tem tradição e por mais que corra contra a modernidade dos novos campos, atende às suas necessidades.
Enfim, que o Boninho fique no mudo para a gerência e para o planejamento desses dois times. Que o Coritiba olhe para o seu rival além do Atletiba e que o Athletico conquiste o alviverde na intenção de crescimento junto a ele como equipe.

Interiorana de São Paulo, amo colocar um sorriso no rosto, soltar uma boa gargalhada e assistir um futebolzinho. Jornalista unespiana, sou torcedora fanática desse esporte. Grito, choro, coloco minha camiseta e, se deixar, vou até amanhã falando sobre a partida do final de semana. Será que você tem paciência para ouvir?

 
Você sabia que o Curitiba de Graça é um veículo feito por jornalistas e é independente? Para continuarmos fazendo nosso trabalho de difusão da cultura precisamos do seu apoio. Veja como colaborar AQUI.

Deixe uma resposta

Publicações Recentes

Festival Olhar de Cinema 2024 tem inscrições para voluntários até 15 de maio

O Festival Olhar de Cinema está com inscrições para voluntários que queiram colaborar. Veja como se inscrever até dia...

Veja Também

spot_imgspot_img

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.