O coronavírus pode contaminar cães e gatos,
mas as cepas do vírus são diferentes dos seres humanos

coronavírus gatos

O coronavírus pode contaminar gatos e cães. Crédito: Gundula Vogel por Pixabay

Publicado em 11 de fevereiro
Atualizado em 18 de março de 2020

Por Jacqueline Felippetto

Muitas pessoas tem me perguntado se cães e gatos podem contrair o coronavírus. A resposta é sim. Mas, as cepas do vírus que acometem cães e gatos é diferente da cepa do vírus que contamina os humanos. Até o início da tarde desta quarta-feira, 18 de março, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não existem registrom de cães e gatos que possam transmitir o coronavírus para humanos e vice-versa.

Nos cães, a doença é denominada Coronavirose. A transmissão é pelo contato de animais saudáveis com as fezes de animais contaminados. Filhotes e adultos podem ser contaminados, principalmente, se não forem vacinados. Os principais sintomas são:

  • Diarreia intensa de coloração alaranjada (cor de tijolo) ou até amarelo esverdeada
  • Falta de apetite
  • Vômitos
  • Febre
  • Tremores
  • Desidratação

A prevenção é a vacinação com a vacina óctupla ou déctupla, que deve ser feita em filhotes e aplicada anualmente nos animais adultos. Sempre é importante conversar com o veterinário para saber o esquema vacinal ideal para o seu cãozinho.

Em gatos, o coronavírus pode levar a uma doença denominada Peritonite Infecciosa Felina. É uma doença grave, que  que também pode acometer filhotes ou adultos. Os principais sinais e sintomas são:

  • Anemia
  • Febre
  • Vômito
  • Diarreia
  • Aumento do volume abdominal
  • Emagrecimento rápido
  • Dificuldade de respirar
  • Comprometimento da visão e também do sistema nervoso
  • Crescimento de granulomas nos órgãos internos (isso só o veterinário consegue identificar)

Nos EUA existe uma vacina, mas a eficácia dela ainda está sendo investigada. É importante que o tutor do gatinho fique atento ao comportamento do seu bichinho e, se perceber que algo está errado, levá-lo imediatamente ao veterinário!

A dica principal para evitar o coronavírus, tanto para os cães quanto para os gatos, é sempre mantê-los vacinados, desverminados e com alimentação adequada. O ambiente onde vivem deve sempre estar limpo e higienizado (no mercado pet existem produtos específicos para isso) e você deve sempre levar seu bichinho para uma consulta caso perceba que ele não está bem!

Espero que tenham gostado das dicas e até a próxima!

 

Jacqueline Felippetto
Jacqueline Felippetto é médica veterinária e atua na área de animais de companhia. Há quase 20 anos, participa de programas de televisão para dar dicas de como cuidar de bichos de estimação, que também são compartilhadas no canal do Youtube, Bichos na TV.