Alfredo Andersen relembra artista Masanori Fukushima

/, Eventos Culturais, Exposição/Alfredo Andersen relembra artista Masanori Fukushima

A exposição Traços e Memória, do artista plástico Masanori Fukushima, fica em cartaz até o dia 10 de junho

Foto: Divulgação Museu Alfredo Andersen

 

O Museu Alfredo Andersen expõe até o dia 10 de junho, a mostra Traços e Memória, com trabalhos abstratos produzidos pelo artista plástico Masanori Fukushima, principalmente na primeira década dos anos 2000, em memória aos seus dez anos de falecimento. A entrada é gratuita.

As obras expostas foram feitas durante uma fase importante da produção do artista, que acabou coincidindo com sua intensa relação ligada às atividades da instituição e também com a própria cidade de Curitiba.

Masanori Fukushima nasceu na cidade de Kobe, Japão, em 1931. Formou-se em Direito na Universidade de Hitotsubashi, em Tóquio, e chegou ao Brasil em 1964, onde ingressa como bolsista para fazer mestrado em Sociologia na cidade de São Paulo.

Após concluir o curso, retornou ao seu país natal e passou a lecionar aulas em uma universidade. Mais tarde, voltou ao Brasil e obteve seu doutorado em 1985. Retornando mais uma vez ao Japão, começou a estudar arte como lazer. Sempre trazia peculiaridades às suas obras devido à forma como tratava algumas referências particulares sobre sua experiência no Brasil. Se aposentou no ano de 1996 e passou a se dedicar totalmente à carreira artística após se mudar para Curitiba. Além de ter sido aluno de diversos cursos ofertados pelo Museu Alfred Andersen, o artista realizou exposições individuais e coletivas e ainda ministrou aulas de caligrafia japonesa. Ele morreu aos 77 anos, em 2008, na capital paranaense.

Serviço: Exposição “Traços e memória” de Masanori Fukushima
Data: até 10 de junho
Horário: terça a sexta-feira, das 9h às 18h
Local: Museu Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336
Entrada gratuita
Mais informações pelos telefones (41) 3222-8262 e 3323-5148 ou no site www.maa.pr.gov.br

2018-06-04T09:53:04+00:00 04 junho - 2018 |0 Comentários

Deixe uma resposta