8 dicas para manter o equilíbrio emocional

Equilíbrio emocional: é hora de ficar quieto no seu canto? No seu canto sim, mas quieto não. Vamos exercitar  o cérebro e o corpo em nosso benefício

equilibrio emocional
Buscar um equilíbrio emocional é de amor próprio e ao próximo. Foto: Pixabay

Por Irma Bicalho

A saúde mental exige mais atenção em tempos de isolamento social. Com o passar dos dias, o isolamento  tende a ficar mais incômodo para algumas pessoas. Enquanto umas até se sentem bem, no conforto de casa e com tempo para se dedicar a atividades domésticas e hobbies, outras se sentem castradas de seus prazeres e liberdade. Dependendo da reação de cada uma, a saúde mental começa a ser afetada.

Não importa em qual desses grupos você se encaixe. Existem medidas simples que podemos adotar em nosso cotidiano, que trazem benefícios para o nosso equilíbrio físico e, principalmente, mental. Há na internet diversos artigos sobre esse assunto. É bom pesquisar e se informar, porque são muitos os sites que oferecem atividades on-line, como meditação, aulas de exercícios físicos, apoio psicológico. O Curitiba de Graça reúne aqui algumas dicas, como faíscas que vão  despertar a sua curiosidade sobre o assunto.

1. Estabeleça uma rotina

Ter uma rotina nos ajuda a centralizar e manter a calma, pois quando fazemos o que está planejado temos a sensação de dever cumprido e de que está tudo bem. A rotina pode ser bem simples: comece estipulando um horário para acordar. Procure fazer um exercício físico, como um alongamento simples ou pular corda no jardim, por exemplo. Se está trabalhando em casa, mantenha os horários que costuma trabalhar na empresa. Não se esqueça de fazer as pausas necessárias para seu bem-estar e tente não ultrapassar seus limites, respeitando os horários de trabalho e de lazer.

2. Evite o excesso de informações

Um dos principais fatores de ansiedade é o excesso de informação. É claro que precisamos estar bem informados. Mas isso não significa que temos que ficar ligados o dia inteiro a noticiários e a todas as notificações do nosso smartphone. Até porque muitas das mensagens são fake news. Os noticiários são repetitivos, porque visam informar o  espectador que o acessa em diferentes horários. Então estipule um horário para se atualizar, manhã, tarde ou noite. Não seja bombardeado o dia inteiro, é desnecessário. E escolha uma fonte confiável. O governo do Paraná elaborou a campanha “Troque a preocupação pela Prevenção” e dispõe de um site com várias informações atualizadas e oficiais: www.coronavirus.pr.gov.br. O Ministério da Saúde também tem um portal com diversas orientações: www.coronavirus.saude.gov.br.

3. Cuide da sua saúde

Não interrompa seu tratamento de saúde. Se você precisa de atenção médica ou tem uma condição crônica (diabetes ou hipertensão, por exemplo), busque informações junto ao seu médico ou à sua Unidade de Saúde de referência sobre como proceder. Caso você já faça terapia, não deixe de realizar as sessões por conta do isolamento. Converse com o seu psicólogo sobre a possibilidade da prática ser realizada online. E se você nunca fez, ou deixou de fazer há algum tempo, mas sente que está com os níveis de ansiedade muito altos, procure por plataformas com psicólogos  para atendimento de forma remota. Um profissional especializado pode ser essencial para lhe ajudar a lidar com o medo e pânico excessivos. Há serviços gratuitos como o Centro de Valorização a Vida (CVV), que está disponível pelo telefone 181 em todo o Brasil. Alguns sites oferecem consultas pagas com psicólogos de diversas linhas. Os preços são variáveis também. Veja por exemplo Vittude e Zenklub.

4. Utilize a tecnologia para se aproximar das pessoas

Mais do que nunca é hora de tirar proveito do WhatsApp, Instagram, Facebook e outras redes para se comunicar com os amigos e familiares. Aproveite para estreitar laços com as pessoas queridas.Telefone para seus parentes mais idosos. Fale e ouça a voz deles. Use a chamada de vídeo para se reunir com os amigos. A pandemia do coronavírus tem o poder de aflorar sentimentos de abandono e rejeição, portanto, é importante se manter de alguma forma conectado às pessoas que você ama. Sem contar que é uma ótima maneira de se distrair e passar o tempo.

saúde mental e diversão
Ouvir música, cantar sozinho, colorir figuras: faça o que gosta, sem preconceitos. Foto: Pixabay

5. Use a quarentena a seu favor

Este é o momento de praticar as atividades que você gosta e não tinha tempo de praticar. O tempo que você gastava com deslocamento, supermercado, reuniões, etc… agora poderá ser dedicado ao seu hobby. Tente não desperdiça-lo todo no celular e na TV. Que tal um curso online para aprimorar-se profissionalmente ou então para aprender origami, ou outra atividade relaxante? Valorize as atividades lúdicas, aquelas que as pessoas costumam considerar uma besteira, ou perda de tempo. Lembra dos livros de colorir? Se os lápis de cor lhe dão prazer, quem tem o direito de dizer que não? E que tal organizar uma nova playlist, com suas músicas preferidas? Canções são verdadeiros portais na nossa memória. Escolha as que lhe trazem boas lembranças ou aquelas que injetam ânimo nas veias. Dançar e cantar sozinho é libertador.

6. Pratique meditação ou Yoga

Você já deve ter ouvido falar que além de controlar o estresse e a ansiedade, a meditação também fortalece o nosso sistema imunológico. Se nunca acreditou nisso é a hora de tirar a teima. A meditação é grátis e pode ser feita em qualquer lugar. Se é iniciante procure um aplicativo com meditações guiadas para lhe auxiliar. O Insight Timer,o Headspace e o Calm são alguns deles. A Yoga é grande parceira em situações de desequilíbrio. Pode ser praticada por qualquer pessoa, de qualquer idade. Alia movimentos do corpo com a saúde mental, pois é também uma forma de meditação. Existem diversas correntes de yoga. Escolha uma menos radical para iniciar sua prática. Veja algumas dicas: Yoga em Movimento, Yoga para Você, Práticas de Yoga Guru Práticas Saudáveis.

saúde mental e meditação
Meditação, yoga, zumba ou musculação: cada um tem seu estilo. Foto: Pixabay


7. Exercite-se, não importa como

Se Yoga e meditação não é a sua praia, então busque a forma de se exercitar que mais lhe agrada. Muito animadinho? Que tal coreografias:   Fit Dance e Superprof (neste você contrata um professor particular). Mais fitness? Então veja Exercícios em Casa, Home Fit Home . E se você for da turma do alongamento, Pilates Grátis, Treino sem Mistério. A rede está lotada de sites e vídeos para todos os gostos, é só dar um google aí.

8. Busque a positividade

Ficar ouvindo notícias ruins o tempo todo, pensar nas coisas que não pode mais fazer, antecipar o sofrimento imaginando que os conhecidos mais fragilizados podem padecer com a nova doença. Tudo isso acarreta uma carga de negatividade que só pode nos fazer mal. Então, procure cultivar pensamentos positivos. Acorde, faça um alongamento, foque na sua respiração e agradeça. Ao longo do dia, não se apegue a pensamentos ruins e nem fique ruminando o medo. Procure conversar com familiares e amigos para desabafar e expor como se sente. Você não está sozinho, estamos todos juntos. E lembre-se: neste momento, vacinas e medicamentos já estão sendo testados e investigados em uma velocidade grande e temos vários países do mundo empenhados em combater o Covid-19.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações Recentes

Coluna Feijão com Arroz: Nossos queridos inquilinos

Hoje vamos falar dos bilhões de pequeninos seres que habitam o nosso corpo e ajudam a promover a nossa...

Museu Oscar Niemeyer realiza oficina on-line sobre a artista paranaense Efigênia Rolim

Público também poderá participar de mediação on-line para conhecer obras de Efigênia Rolim presentes no acervo do museu O Museu Oscar Niemeyer (MON) reabriu ao...

Sesc Paço da Liberdade oferece cursos on-line gratuitos de informática e tecnologia

Os cursos são destinados a pessoas de todas as idades O Sesc Paço da Liberdade está com inscrições abertas para cursos on-line gratuitos de informática...

Salão do Mercado Municipal oferece cortes gratuitos para quem doar cabelos

A campanha "Corte Solidário" irá doar cabelos para confecção de perucas destinadas a pacientes em tratamento do câncer de mama Entre os dias 22 e...

Minha Nossa Cia de Teatro estreia espetáculo inspirado em experiências de vida dos artistas

A peça inédita da Minha Nossa Cia de Teatro faz parte da programação da 3ª Mostra MOVE de Teatro No próximo sábado (24/10), a Minha...

Veja Também

close-link