Histórias de carnavalescos curitibanos são destaque na programação da Cinemateca e Cine Guarani

cinemateca mazzinha

Cinemateca exibe histórias do carnaval curitibano e clássicos do cinema nacional. Na imagem, Carlos Fernando Mazza, o Mazzinha. Foto: Divulgação

Para mostrar histórias de carnavalescos curitibanos, além de outros nomes brasileiros e filmes clássicos nacionais, a Cinemateca e Cine Guarani exibirão a Mostra Cinema e Carnaval entre os dias 18 e 23 de fevereiro. Algumas sessões serão seguidas de bate-papo e todas terão entrada gratuita.

Entre as exibições, está o lançamento de documentário sobre um dos personagens que fazem parte da história do carnaval curitibano na quinta-feira, dia 20, às 19h. Dirigido por Estevan Silvera, o filme Mazzinha – Minha Fantasia Sou Eu, conta a trajetória do jornalista, produtor musical e de televisão Carlos Fernando Mazza, um dos fundadores da Escola de Samba Não Agite.

Outras roduções locais como Lápis – de Cor e Salteado, Maé da Cuíca: Vila Tassi e a Bateria Boca Negra, de Nivaldo Lopes, Um Carnaval que Passou, de Yanko Del Pino, e Ney Souza: o Senhor do Tempo, de Estevan Silvera, acompanhadas de bate-papo com os realizadores, também fazem parte da mostra, assim como filmes clássicos nacionais.

Os filmes são do acervo da Cinemateca e a programação se estende ao Cine Guarani, que exibe também a comédia Ó Pai Ó, com Lázaro Ramos, e o Programa Cine Samba, diversos documentários sobre personagens do carnaval brasileiro como Mestre Jorjão, diretor de bateria de escolas de samba criador das famosas “paradinhas”, e as “tias” Eunice, Doca e Surica, Pastoras da Velha Guarda da Portela.

Programação da Mostra Cinema e Carnaval

Cinemateca de Curitiba
Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.174 – São Francisco

18 de fevereiro | 19h
LÁPIS – DE COR E SALTEADO
O documentário aborda a vida e a obra do compositor paranaense Palminor R. Ferreira Jr, o Lápis, que levou consigo, em 11.02.1978, a última noite de um Curitibano que vivia intensamente.
Classificação: Livre

UM CARNAVAL QUE PASSOU
Filmado em Curitiba, no carnaval de 2013, o documentário visita grandes carnavais do passado através das imagens do grande Rei Momo Bola, da Gilda e de outros tantos carnavalescos que se foram, e também da escola de samba Embaixadores da Alegria, o bloco Garibaldis e Sacis e outros tantos que estão por vir.
Classificação: Livre
Sessão com bate-papo após a exibição

19 de fevereiro | 19h
NEY SOUZA: O SENHOR DO TEMPO
Filme documentário que narra a história de Ney Souza, um dos maiores carnavalescos de nossa cidade. Ney deu outro significado ao nosso Carnaval, e teve entre seus maiores rivais os maiores carnavalescos do Brasil: Clóvis Bornay, Mauro Rosas e Evandro de Castro Lima, trio com o qual rivalizou por décadas nos gloriosos bailes cariocas de fantasia).
Classificação: Livre

MAÉ DA CUÍCA: VILA TASSI E A BATERIA BOCA NEGRA
Documentário sobre a história do samba e do carnaval em Curitiba. Personificado na figura de Maé da Cuíca e da Escola de Samba Colorado.
Sessão com bate-papo após a exibição
Classificação: Livre

20 de fevereiro | 19h
MAZZINHA – MINHA FANTASIA SOU EU (lançamento)
História do jornalista, produtor musical e um dos maiores entusiastas do carnaval curitibano, Carlos Fernando Mazza, ou simplesmente Mazzinha”, o único passista a tocar seu ritmo em um mini pandeiro.
Após a exibição, sessão terá bate-papo com Mazzinha, Estevan Silvera, Pedro Merege e equipe do documentário
Classificação: Livre

21 de fevereiro | 16h
O QUE FOI O CARNAVAL DE 1920
Aspectos do carnaval no Rio de Janeiro: o corso na Avenida Rio Branco; Baile à Fantasia no Hotel de Santa Rita; o Baile Infantil do Teatro República; desfile de carros alegóricos das sociedades carnavalescas dos Fenianos e dos Democráticos.
Classificação: 10 anos

CARNAVAL ATLÂNTIDA
Xenofontes, um sisudo professor de mitologia grega é contratado pelo produtor Cecílio B. de Milho como consultor da adaptação do clássico Helena de Tróia para o cinema. Ao mesmo tempo, dois empregados do estúdio, que trabalham como faxineiros, sonham em transformar o épico grego numa comédia carnavalesca.
Classificação: 10 anos

21 de fevereiro | 18h
A BARONESA TRANSVIADA
Uma manicure, ao receber uma herança, resolve investir na produção de um filme carnavalesco, enquanto os parentes da baronesa que a beneficiara, tentam armar um golpe contra ela.
Classificação: 10 anos

22 de fevereiro | 16h
CARMEN MIRANDA
A morte de Carmen Miranda, em 1955, emocionou todo o Brasil. Carmen foi a primeira atriz de formação brasileira a se projetar no cinema internacional. Cenas de sua vida e de seus filmes, mostrando seus números musicais de maior sucesso
Classificação: Livre

CARMEN MIRANDA: BANANA IS MY BUSINESS
O filme conta a extraordinária história da estrela brasileira que conquistou a imaginação e o coração do mundo e permanece como a mais famosa brasileira a conquistar as telas do cinema, conhecida nos EUA como a The Brazilian Bombshell.
Classificação: Livre

22 de fevereiro | 18h
A BARONESA TRANSVIADA
Uma manicure, ao receber uma herança, resolve investir na produção de um filme carnavalesco, enquanto os parentes da baronesa que a beneficiara, tentam armar um golpe contra ela.
Classificação: 10 anos

23 de fevereiro | 16h
A LÍRA DO DELÍRIO
No bloco carnavalesco “A Lira do Delírio” um grupo de personagens cariocas vive o êxtase. Fora do carnaval, cruzam-se num cabaré da Lapa. Ness Elliot tem o filho sequestrado e cai na manipulação de Claudio, misto de malandro e homem de negócios. O repórter de polícia Pereio faz de tudo para ajudá-la enquanto também investiga o assassinato de um homossexual.
Classificação: 16 anos

23 de fevereiro | 18h
Lapa anos 30: o cotidiano e a intimidade de João Francisco dos Santos – malandro, artista, presidiário, pai adotivo, negro, pobre, homossexual – e seu círculo de amigos, antes de se transformar no mito Madame Satã, lendário personagem da boêmia carioca.
Classificação: 16 anos

Cine Guarani
Avenida República Argentina, 3430 – Portão Cultural

18 a 20 de fevereiro | 15h
PROGRAMA CINE SAMBA 2
Um perfil do diretor de bateria de escolas de samba, Mestre Jorjão, criador das famosas “Paradinhas”, e de como começou na bateria da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel.
Classificação: Livre

BATUQUE NA COZINHA
O filme apresenta as “tias” Eunice, Doca e Surica – Pastoras da Velha Guarda da Portela, conhecidas e respeitadas no mundo do samba por comandar tradicionais rodas de fundo de quintal.
Classificação: Livre

NELSON SARGENTO
Retrato biográfico do sambista Nelson Sargento durante uma visita ao Morro da Mangueira, no Rio de Janeiro.
Classificação: Livre

GERALDO
Um mergulho no universo do samba e na cultura negra paulista através da obra do compositor Geraldo Filme.
Classificação: Livre

18 a 20 de fevereiro | 17h
Ó, PAI Ó
O filme conta a história dos moradores de um animado cortiço no Pelourinho, em Salvador. Tudo se passa no último dia do Carnaval, quando todos se divertem em meio a muita música, dança e alegria.
Classificação: 14 anos

21 de fevereiro | 15h
A morte de Carmen Miranda, em 1955, emocionou todo o Brasil. Carmen foi a primeira atriz de formação brasileira a se projetar no cinema internacional. Cenas de sua vida e de seus filmes, mostrando seus números musicais de maior sucesso
Classificação: Livre

21 de fevereiro | 17h
A BARONESA TRANSVIADA
Uma manicure, ao receber uma herança, resolve investir na produção de um filme carnavalesco, enquanto os parentes da baronesa que a beneficiara, tentam armar um golpe contra ela.
Classificação: 10 anos

22 de fevereiro | 15h
O QUE FOI O CARNAVAL DE 1920
Aspectos do carnaval no Rio de Janeiro: o corso na Avenida Rio Branco; Baile à Fantasia no Hotel de Santa Rita; o Baile Infantil do Teatro República; desfile de carros alegóricos das sociedades carnavalescas dos Fenianos e dos Democráticos.
Classificação: 10 anos

CARNAVAL ATLÂNTIDA
Xenofontes, um sisudo professor de mitologia grega é contratado pelo produtor Cecílio B. de Milho como consultor da adaptação do clássico Helena de Tróia para o cinema. Ao mesmo tempo, dois empregados do estúdio, que trabalham como faxineiros, sonham em transformar o épico grego numa comédia carnavalesca.
Classificação: 10 anos

22 de fevereiro | 17h
A BARONESA TRANSVIADA
Uma manicure, ao receber uma herança, resolve investir na produção de um filme carnavalesco, enquanto os parentes da baronesa que a beneficiara, tentam armar um golpe contra ela.
Classificação: 10 anos

23 de fevereiro | 15h
CARMEN MIRANDA
A morte de Carmen Miranda, em 1955, emocionou todo o Brasil. Carmen foi a primeira atriz de formação brasileira a se projetar no cinema internacional. Cenas de sua vida e de seus filmes, mostrando seus números musicais de maior sucesso
Classificação: Livre

CARMEN MIRANDA: BANANA IS MY BUSINESS
O filme conta a extraordinária história da estrela brasileira que conquistou a imaginação e o coração do mundo e permanece como a mais famosa brasileira a conquistar as telas do cinema, conhecida nos EUA como a The Brazilian Bombshell.
Classificação: Livre

23 de fevereiro | 17h
A LÍRA DO DELÍRIO
No bloco carnavalesco “A Lira do Delírio” um grupo de personagens cariocas vive o êxtase. Fora do carnaval, cruzam-se num cabaré da Lapa. Ness Elliot tem o filho sequestrado e cai na manipulação de Claudio, misto de malandro e homem de negócios. O repórter de polícia Pereio faz de tudo para ajudá-la enquanto também investiga o assassinato de um homossexual.
Classificação: 16 anos